Call of Duty: Ghosts
Saiba todas as novidades do novo multiplayer do game
14/08/13 às 18:43 - Por Renato Siqueira



Em evento realizado em Los Angeles, a Activision revelou como será o tão esperado modo multiplayer de Call of Duty: Ghosts. Para os fãs da franquia este é o momento de saber como será a parte do jogo que dá a maior sobrevida ao título.

Vale lembrar que o game será lançado para Xbox 360 e Xbox One em 5 de novembro, e posteriormente para Playstation 3, Playstation 4 e PC.

Segundo Eric Hirshberg, CEO da Activision, novembro é o mês de Call of Duty. "Você não pode contar com muita coisa nesta vida, mas pode ter certeza de que haverá um Call of Duty todo ano" afirmou durante a apresentação.

A primeira boa notícia sobre Ghosts é que o game inteiro vai rodar a 60 frames por segundo tanto nas novas gerações quanto nas anteriores (PS3 e Xbox 360) garantindo uma qualidade de imagem muito superior. A preocupação da Activision e da Infinity Ward, responsável pelo jogo, inicialmente era trazer o aspecto social ainda mais enraizado para dentro do jogo. Sendo assim, um novo aplicativo para celulares e tablets deve guardar todas as informações do jogador e permitir que ele leve isto junto com ele para onde quiser.

Munido de seu nível de experiência, saves, armas, bombas e outros itens em seu aparelho móvel será possível ao jogador transferi-los a qualquer momento para qualquer console, não importa se este jogava em um Xbox One e está em um Xbox 360, por exemplo. A função que permite isso é chamada de Cross Generation e é uma evolução do que já era feito em Call of Duty Elite.
Os aparelhos móveis podem funcionar também como uma segunda tela do game com todas as informações necessárias fora da tela principal. Assim você pode, por exemplo, escolher onde vai reaparecer após ter sido atingido na hora tocando na tela tátil do celular ou tablet.  

Para tentar levar o aspecto social a um outro nível, os programadores incluíram um modo de clãs. A ideia é que se você formar um grupo com seus amigos terá uma série de recompensas, como um editor de emblemas, a possibilidade de usar um chat via celular ou no próprio console, entre outras coisas. Em batalhas contra clãs inimigos é possível disputar territórios e dominar áreas em um mapa de conflito que aparece na "segunda tela" no modo Clan Wars. Contribuindo para a evolução do seu grupo, é possível competir contra adversários online e offline para ganhar pontos de experiência (XP) e itens dentro do jogo.  

 

Agora você pode detonar tudo e escorregar enquanto atira

Os executivos da Activision deixaram claro que é o gameplay que move toda a tecnologia que foi aprimorada para o multiplayer de Call of Duty: Ghosts. A Infinity Ward desenvolveu para este novo game um volume maior de possibilidades comparado com tudo o que já foi feito na franquia.

Podemos começar pelos mapas dinâmicos que no multiplayer vão se comportar da maneira que os jogadores quiserem. Será possível explodir casas, paredes e telhados e tudo isso vai se mexer em tempo real e mudará o estilo de jogo para todos em campo durante uma batalha. 

Em segundo podemos falar do som que também evoluiu drasticamente. Agora além de termos barulhos mais nítidos será possível através do headset ouvir outras linhas de áudio paralelamente. Por exemplo, nos games anteriores quando uma bomba explodia era possível ouvi-la de forma nítida, mas não percebíamos destroços caindo no chão a distância ou coisa parecida. E isso foi melhorado em Ghosts. Além disso, os soldados de seu time vão informa-lo mais claramente do que está acontecendo durante o confronto com novas frases em uma melhoria na comunicação entre eles.

Nas possibilidades de personalização foi adicionada também a opção de se criar um soldado e mexer em suas características dos pés a cabeça. Em games anteriores havia um "soldado padrão" que era alterado a cada vez que o jogador mexia em seus itens, armas e killstreaks (ataques da mecânica de recompensa dos jogos da série). Melhor do que isso é que será possível criar não apenas um soldado com a aparência física que quiser (ele pode ser parecido com você!), mas um esquadrão de até 10 utilizando mais de 20 mil combinações. E também pela primeira vez na história da franquia será possível criar soldados mulheres.



Cada um destes novos soldados de sua equipe pessoal ganha XP de forma individual e podem chegar até o Prestígio se especializando em diferentes classes de combate.

Este esquadrão vai todo para a guerra em um novo modo chamado Squads, onde o jogador pode curtir o game sozinho (controla um e os outros 9 são por inteligência artificial), cooperativamente com até 6 jogadores (dá para convidar os amigos online) ou competitivamente um contra um. Os esquadrões usando a inteligência artificial agem como um time cheio de táticas e comportamentos diferentes. A Activision ainda revelou que eles podem ser desafiados para uma partida mesmo sem o jogador estar online para controla-los.

Os esquadrões terão um papel fundamental durante o multiplayer, pois com os pontos ganhos em suas batalhas (Squad Points) é que o jogador poderá desbloquear armas. Aliás algumas destas armas vieram diretamente de Modern Warfare 3 enquanto outras foram criadas para o jogo como as Marksman Rifles que são novos rifles híbridos que podem ser utilizados de duas maneiras: como metralhadoras pesadas ou então como arma de atiradores de elite, arma inedita na franquia.

Outro fator que foi aprimorado a personalização de Ghosts foi o modo de distribuição de pontos de experiência e os perks (modificadores que afetam os equipamentos disponíveis) usados em Call of Duty: Black Ops 2. Essa maneira de distribuir habilidades permite ainda mais liberdade para a criação do soldado perfeito. Ghosts ainda vai ganhar uma série de killstreaks, os ataques especiais, que entre outros, inclui atacar com seu fiel pastor alemão.



Em Ghosts existem diversos modos de jogo e alguns deles bem diferentes do que estamos acostumados a encontrar em outros games da série. Cranked, por exemplo, é uma evolução do famosos Team Deathmatch conhecido como "mata-mata em equipe" para quem joga em português. Em Cranked ao fazer a sua primeira morte, sua velocidade e agilidade aumentam e um contador aparece na tela, onde você terá 30 segundos para abater um outro inimigo ou morrerá. Em Search and Rescue é possível ressuscitar amigos recolhendo as dogtags deixadas por eles após serem derrubados. Se o jogador for abatido e um inimigo recolher sua dogtag, ele não volta até a próxima rodada. Essa regra força os jogadores a recolherem tanto as dogtags de seu time quanto a de seus adversários deixadas no terreno.  

Se formos falar em jogabilidade, Ghosts também traz algumas novidades bacanas. Ao mexer na maneira em que os soldados se movem, os programadores perceberam que há uma dificuldade em se encostar em cantos para fugir de tiros, por isso criaram um sistema que permite aos soldados encostarem de forma sutil em beiradas. Além disso, o soldado ganhou mais um movimento além do correr, pular e agachar. Agora ele também pode escorregar e atirar ao mesmo tempo em um movimento chamado de Knee Slide.




Edições de colecionador e Season Pass

O Season Pass (Passe de Temporada) de Ghosts custará US$49,99 (ainda sem preço no Brasil) e virá com 4 mapas adicionais além de um personagem inedito o Ghost Team Leader modelado a partir de um dos personagens da campanha do jogo. Por um tempo limitado, o Season Pass poderá ser também migrado de uma plataforma para outra. Assim se você tiver Xbox 360 e Playstation 3, poderá usar os mapas também no Xbox One e PS4.

Além disso, a Activision soltou as edições de colecionador tanto para PC, quanto para PS3, PS4, Xbox 360 e Xbox One. Serão duas edições especiais.

A Hardened Edition inclui o game, Season Pass com DLC, caixa metálica e uma pulseira feita de corda. A Prestige Edition vem com tudo o que a Hardened tem e também uma câmera tática que filma em 1080p de resolução, é resistente a água e baseada na usada no capacete dos soldados do próprio game. Ainda não sabemos se as edições especiais divulgadas estarão presentes no Brasil.

Call of Duty Championship, o campeonato mundial do game será realizado em 2014, mas ainda não foram liberadas novas informações. Em contrapartida a MLG (Major League Gaming), uma das maiores ligas de e-sport usará Ghosts como seu game exclusivo em campeonatos.

Uma turnê mundial do multiplayer do game também deve acontecer até novembro. 10 cidades do mundo vão receber o game para os jogadores experimentarem entre elas, São Paulo.

Autor do especial
Renato Siqueira
Jornalista de cultura pop há muito tempo. Repórter, tradutor, marketeiro, quebra-galho, fotógrafo de fim de semana e bacharel de Língua, cultura e literatura japonesa. Começou em 1999 na revista Herói, passou pela Gamers, Nintendo World, EGM, Mundo Estranho, Vírgula, etc... Gosta de viajar, jogar videogame e assistir bons filmes. E mora na Zona Leste, mano!
Matérias relacionadas
07/05/14
Apesar de Titan Fall e e Infamous: Second Son serem dois jogos populares nas...
16/04/14
Depois da participação de Eminem, a Infinity Ward publicou o vídeo acima nessa...
01/04/14
Mayday é o segundo episódio de Extinction, uma história dividida em quatro partes...
31/03/14
O vídeo acima, publicado pela Activion nesse domingo (30) é o trailer de...
12/03/14
O Call of Duty Championship é o campeonato mundial dessa franquia de tiro em...
26/02/14
Nessa sexta-feira - dia 28 de fevereiro - a Activision irá encerrar o Call of Duty...