Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Jogamos Pro Evolution Soccer 2013
Testamos o novo game de futebol da Konami
30/05/12 às 03:58 - Por Renato Siqueira



No ano de 2010, pela primeira vez na história, a Konami convidou jornalistas do mundo todo para adentrarem a sede da empresa em Tóquio. Além de saber como era desenvolvido o Pro Evolution Soccer, ainda puderam testar em primeira mão, naquela época, o PES 2011. A experiência deu certo e dois anos depois, eles decidiram repetir a dose, só que desta vez escolheram o Brasil como sede.

A escolha pelo Brasil tem uma razão simbólica de ser, já que por aqui a franquia Pro Evolution Soccer faz parte da pequena e seleta lista de games preferidos dos brasileiros. Além disso, somos conhecidos como o país do futebol um prato cheio para a mídia internacional curiosa por conhecer o país da próxima Copa do Mundo.  Assim, no dia 9 de maio, a Konami reuniu no hotel Tivoli Mofarrej em São Paulo, jornalistas de diversas partes do mundo e o GameTV também estava lá. O intuito do convite era simples: testar Pro Evolution Soccer 2013.

No evento, além de alguns executivos da Konami, os produtores Naoya Hatsumi, Manorito Hosoda e Toru Kato vieram do Japão para assistir ao teste. O intuito de sua presença era o de pesquisar as reações dos jornalistas e implementar mudanças que pudessem melhorar a avaliação geral do jogo, o chamado metascore. O time de desenvolvimento revelou um enorme interesse em analisar as críticas e sugestões dos jogadores in loco.

Naoya Hatsumi que é o produtor senior da  franquia Pro Evolution e o responsável pela versão 2013 veio para cá substituindo Shingo 'Seabass' Takatsuka que deixou a direção do título deste ano para envolver-se em outro projeto relacionado a franquia. Poderia ser uma versão do game para o Wii U, PS Vita ou até os consoles da geração seguinte, mas isso só iremos saber mesmo mais para frente.  



Mais liberdade e realismo


Antes de colocarmos as mãos no novo game, os produtores fizeram uma longa apresentação sobre as novidades desta nova versão. O foco de PES 2013 é o aperfeiçoamento do estilo e da maneira de se jogar. Diferente de PES 2011 que renovou a franquia e se diferenciou muito da versão 2010, PES 2013, tem melhorias gráficas pouco perceptíveis, em geral relacionadas a movimentação dos jogadores em 360 graus, mas recebeu uma série de novas e importantes mecânicas.

Podemos começar falando do Full Control (Controle Total), onde foi aplicado o conceito de liberdade de movimento e controle da bola. O Full Manual Pass and Shooting (Passe e Chute Manual Completos) foram incluídos para aumentar quantidade de movimentos dos jogadores, enquanto andam em todas as direções.

Em PES 2011 já havia sido incluída a opção de se medir a força e a potência de passes e chutes, mas agora com este novo sistema é possível, por exemplo, dar toques para jogadores que estão lado a lado com você e também mover-se com agilidade em espaços ainda menores, quando a marcação é cerrada.  

Enquanto jogava com um adversário, ele marcou um cruzamento dentro da grande área e seu atacante marcado por todos os lados conseguiu driblar dois dos meus jogadores antes de marcar um golaço. O controle manual além de passes e chutes possui comandos diferentes para quem toca e para quem recebe a bola. Por exemplo, enquanto a bola voa em direção ao jogador, ele pode preparar-se para recebe-la rapidamente, dar um chapéu no adversário ou usar qualquer outra finta. Agora, se por outro lado, você resolver segurar a bola saiba que é possível controla-la com a sola do pé em cima dela, um movimento típico dos jogos de verdade, mas que ainda não existia em PES. Com este novo controle de bola é possível manipula-la de forma muito mais próxima a linha de saída do campo.

Quando está em posição de defesa, o defensor na marcação pode atacar a bola e não apenas ameaçar o adversário botando "pressão". Além disso na grande área é possível simular uma queda para "cavar" uma falta.



Novas fintas e goleiros com controle total

Obviamente, em PES 2013 foram acrescentadas novas fintas que são conseguidas através de novos comandos específicos no controle. É bom dizer que o passe e chute manuais exigem um certo treinamento por parte do jogador que precisa novamente absorver toda uma série de novos comandos.

Os goleiros também ganharam o conceito de controle total, mas apesar dos produtores do game terem nos dito que a Inteligência Artificial deles havia melhorado, no beta, pelo menos, eles continuavam estúpidos.

Em PES 2012, os fãs diziam que a defesa ficava muito no fundo do campo e isso não parecia real, então os produtores fizeram com que a defesa ficasse mais para frente movendo-se de acordo com a posse de bola. Da mesma maneira os meio campistas aproveitam para correr atrás da pelota, e deixam o meio de campo livre, permitindo que o time adversário possa avançar. Assim, os jogadores possam ser mais criativos e ter mais espaço na hora de armar suas jogadas.

Essas alterações ainda serão melhor analisadas, e podem sofrer alterações, a medida em que a equipe de produção trabalha nas características de inteligência artificial do time.



A identidade de cada jogador

Talvez uma das adições mais fantásticas de PES 2013 seja o chamado Player ID ou identidade do jogador. Os desenvolvedores resolveram estudar os trejeitos e habilidades dos craques reais e inclui-los em sua versão digital. Ou seja, a individualidade de cada jogador foi recriada para que você se sinta chutando como Messi, correndo como Cristiano Ronaldo ou driblando como Neymar. O estudo para a reprodução das características únicas de cada indivíduo é um processo árduo, tanto que os produtores fizeram isso com cerca de 50 jogadores de times diversos em PES 2013.

Aos poucos a Konami pretende incluir identidades para todos eles, mas até o game chegar as lojas, a lista de jogadores que terão Player ID incluirá apenas os craques mais famosos e  jovens promissores. Para decidir isso, os produtores consultaram o ranking da UEFA e no caso do Brasil a lista dos 11 melhores jogadores do país.

Durante a apresentação soubemos que Kaká, Cristiano Ronaldo, Lionel Messi, Arjen Robben, Andres Iniesta, Neymar, Xavi Hernandez, Ribéry, Carles Puyol e John Terry com seu famoso “mergulho de peixe” terão Player ID.

Durante o teste nos disseram que o Player ID poderá ser implementado integralmente em PES 2014 se a resposta dos fãs for positiva.



Apenas dois times para testar

A build de PES 2013 que testamos possuia apenas dois times: o Real Madrid (de Cristiano Ronaldo) e Flamengo (de Ronaldinho Gaúcho). Apesar de serem equilibrados, durante as partidas, era possível sentir a superioridade do time espanhol. O pessoal da Konami nos prometeu novos times durante a E3 2012.

Uma característica importante deste game é que as partidas em si ficaram mais lentas, e ao perguntar sobre isso aos produtores, eles nos responderam que diminuiram propositalmente a velocidade do jogo, pois agora com novos passes e controle total sobre os movimentos, é preciso pensar um pouco mais na hora de criar suas estratégias.

Perguntamos também sobre os estádios brasileiros dentro do jogo, algo que muitos fãs sempre perguntam, mas que não há uma resposta muito positiva. Na verdade, o interesse da Konami é de que o game seja perfeito com todos os times e estádios, mas eles sofrem na hora do licenciamento com valores abusivos e exigências. Há anos a Konami tenta resolver estes problemas. De qualquer maneira, eles nos prometeram novidades até o lançamento do título.

Outro detalhe que não foi mostrado durante o playtest foram as mudanças nos modos online e o MyPES. A equipe de produção apenas revelou que estão trabalhando em um maneira de banir os “cheats” ou qualquer outra coisa que deixe um jogador mal intencionado vencer as partidas de forma ilegal.
 

Tudo isso e muito mais deve ser mostrado oficialmente durante a E3 2012 que acontece entre 4 e 6 de junho com cobertura aqui do GameTV.
 

Este é um presente para os fãs da comunidade internacional de Pro Evolution Soccer, a gravação de toda a apresentação do game PES 2013. Manorito Hosoda e Naoya Hatsumi contam as novidades sobre o game e Toru Kato traduz para a língua inglesa. Se você se interessa por futebol e entende alguns dos idiomas, divirta-se.

This is a gift to international PES fan Community. The recording of all PES 2013 presentation with Manorito Hosoda, Naoya Hatsumi and translation for english by Toru Kato. Enjoy!

PES 2013 - Presentation - PlayTest - Brazil by penpas

Autor do especial
Renato Siqueira
Jornalista de cultura pop há muito tempo. Repórter, tradutor, marketeiro, quebra-galho, fotógrafo de fim de semana e bacharel de Língua, cultura e literatura japonesa. Começou em 1999 na revista Herói, passou pela Gamers, Nintendo World, EGM, Mundo Estranho, Vírgula, etc... Gosta de viajar, jogar videogame e assistir bons filmes. E mora na Zona Leste, mano!
Matérias relacionadas
19/03/13
Pro Evolution Soccer 2013, versão mais atual do game de futebol da Konami, será...
22/10/12
A nova comemoração para Neymar em PES 2013 já foi decidida: o jogador do Santos...
17/10/12
Desde as 18h de hoje, os fãs podem escolher na página do Pro Evolution Soccer 2013...
02/10/12
Pro Evolution Soccer 2013 ganhará uma atualização gratuita, que estará...
12/09/12
Via Twitter, Erik Bladinieres, Diretor Regional da Konami, anunciou a chegada...
29/08/12
Como incentivo para a pré-compra de Pro Evolution Soccer 2013, a Konami anunciou a...